Como otimizar o tempo da sua empresa durante a criação de vagas

Estruturar a criação de vagas é um processo comum em todas as empresas, mas está longe de ser algo tão simples quanto se imagina. É através dessa primeira etapa que os candidatos conseguem se identificar com o que está sendo pedido, dando continuidade ou não sua jornada durante o recrutamento. 

Antes de começar a criação de vagas é importante ter em mente que sua elaboração possui partes únicas e genéricas que podem ser adaptadas para as necessidades da empresa. 

As partes únicas dizem respeito ao local de trabalho, requisitos, atividades exercidas e salário oferecido ao colaborador. Já as partes genéricas da criação de vagas incluem a descrição da empresa, benefícios oferecidos e vantagens de trabalhar na organização. 

Ao levar esses fatores em consideração é possível padronizar o modelo de descrição de vagas e reutilizá-lo sempre que um novo recrutamento começar na empresa, evitando o retrabalho dessa tarefa. 

Mas o cuidado com a criação de vagas não para por aí. Além de otimizar o tempo da empresa durante a etapa inicial do processo seletivo, também é importante tornar o recrutamento eficiente para o próprio candidato, ainda mais se levarmos em conta que quanto mais demorado for a seleção mais enfadonho será para os interessados, influenciando em sua experiência com a organização. 

Vale ressaltar que na maioria dos casos os candidatos não estão participando apenas de um processo seletivo, mas de vários ao mesmo tempo. Quem demorar muito para finalizar o recrutamento pode perder a chance de contratar um talento importante para a equipe. Lembre-se disso!

Pense como um candidato durante a criação de vagas 

Para ter mais eficiência na criação de vagas é necessário pensar todo o processo a partir do ponto de vista do candidato. 

Imagine que você está em busca da mesma vaga que está criando. De que forma seria mais fácil encontrá-la? Através de qual plataforma? Com qual tipo de linguagem? 

As respostas estão no perfil do candidato que a empresa procura, por isso é tão importante conhecer seus hábitos, hobbies, redes sociais que mais utiliza, etc. A ideia é tornar a busca o mais simples possível para que a vaga chegue a mais candidatos. 

Nesse sentido, a utilização de palavras-chave é uma das principais características da criação de vagas. Por exemplo: se a vaga é para desenvolvedores especializados em games para trabalhar em casa colocar no título “desenvolvedor games home office” facilita a busca na internet. 

Outro ponto diretamente ligado à criação de vagas é a estruturação do próprio processo seletivo, isto é, todas as etapas devem ser funcionais e atrativas para os candidatos. Dessa forma, ao invés de ser algo demorado e estressante, o recrutamento deve ser o mais otimizado possível para encontrar o candidato ideal e, ao mesmo tempo, levantar informações para o banco de dados da empresa, recheando o banco de currículos para futuras contratações. 

Depois da criação de vagas, é importante entender de que forma o candidato gostaria que o recrutamento fosse realizado. Processos digitais se tornaram práticas comuns que se estendem para outras etapas da vida profissional, como o recrutamento, por exemplo. 

Realizar o processo de seleção online garante benefícios como mais agilidade, economia, maior controle no gerenciamento de etapas e a automação do processo. 

A seguir, separamos algumas das principais ferramentas tecnológicas que estão sendo utilizadas no RH das empresas para alcançar melhores resultados no recrutamento. Confira!

Ferramentas digitais para auxiliar na criação de vagas 

Recursos digitais estão cada vez mais presentes nos processos seletivos. Realizar o recrutamento online garante benefícios como mais agilidade, economia, maior controle no gerenciamento de etapas e a automação do processo. Foto: Unsplash

Outros recursos que estão cada vez mais presentes no RH são ferramentas com base tecnológica para auxiliar não apenas na criação de vagas, mas ao longo de todo o processo seletivo. 

Inteligência artificial e machine learning (aprendizado de máquina em português) são tecnologias que devem fazer parte do repertório de empresas que estão em busca de recrutamentos mais inteligentes e eficientes. 

Já que todo o processo seletivo pode ser feito através da internet, nada mais justo do que utilizar a tecnologia para tornar a experiência da empresa e do candidato mais positiva. 

Ao invés da entrevista presencial essa etapa do recrutamento pode ser realizada através de aplicativos de mensagens e reuniões como WhatsApp, Zoom, Skype, Google Meets, entre outros. Até o teste prático de habilidades pode ser feito digitalmente: que tal desenvolver um game para engajar o candidato durante o processo seletivo? 

Além de conhecer na prática de que forma o candidato trabalha, pequenas atitudes que visam o engajamento aumentam o employer branding, isto é, a visão que as pessoas têm da organização. E quanto mais gente interessada na empresa, maiores são as chances de atrair talentos!

Recrutamento interno como estratégia para redução de custos 

Uma alternativa muito econômica e prática capaz de auxiliar a empresa durante a criação de vagas é recorrer ao recrutamento interno. Ao invés de abrir o processo seletivo para candidatos de fora, por que não realizar uma seleção com os próprios colaboradores? 

Em muitos casos, o problema de produtividade da equipe está na própria maneira como ela foi criada. É possível que o candidato que você esteja procurando já faça parte do time, mas esteja na função errada. 

Além de otimizar o tempo da criação de vagas pensando em candidatos que você nem conhece, o recrutamento interno pode ser adaptado de acordo com o perfil dos colaboradores que já fazem parte da empresa, gerando uma economia considerável de tempo e dinheiro ao longo do processo seletivo.

Como você viu, a criação de vagas é uma das principais etapas do recrutamento. Através dela, muitos candidatos já conseguem ter uma ideia se vão seguir ou não ao longo do processo. 

Caprichar na criação de vagas é fundamental para atrair talentos e contratar o profissional que mais tem a ver com sua empresa. Para ter mais eficiência nas contratações, clique aqui e conheça a Parças, uma iniciativa que pretende mudar o mercado de TI!